Notícias

Avaliação Psicopedagógica e o Início do Ano Escolar

17/01/2018
Sem categoria

Quando o ano escolar acaba, muitas vezes algumas pessoas tem a ilusão que as dificuldades também acabam e que o próximo ano será diferente, que os hábitos irão mudar e que toda a correria para a aprovação ficou no passado…

Lamento informar que não será assim, se o ano que passou foi difícil para a aprendizagem, os trimestres foram arrastados e o ano vem terminando com risco de uma aprovação por conselho de classe ou de uma reprovação, esse é um grande sinal de alerta de que a aprendizagem não vai bem e que os problemas só estão começando, pois defasagens, dificuldades e transtornos não se resolvem com o tempo, pelo contrário, só pioram. Por isso não espere as aulas iniciarem para avaliar e iniciar a intervenção do seu filho.

Aproveite o final do período de férias, pois será muito mais tranquilo para ele, a concentração será toda voltada para avaliar suas dificuldades e já iniciar um processo de intervenção que o deixará mais preparado para o aprendizado de conteúdos novos, ao passo que se iniciar atendimento junto com o ano letivo ou ao final do trimestre acarretará acúmulo de informações, muitas vezes gerando uma ansiedade desnecessária para a criança. E também novo ano escolar, mantendo as dificuldades do ano anterior tende a ser muito penoso para o aluno, além de favorecer a baixa autoestima e a baixa tolerância a frustrações.

O ideal é que o ano letivo inicie com as dificuldades identificadas e já em processo de intervenção. Isso fará com que seu filho inicie o ano com segurança e autoestima. Acreditando que as dificuldades que o atrapalharam não fazem parte da sua história, mas por alguma razão o acompanharam por um determinado tempo. Estando assim aberto para aquisição e armazenamento de novos conhecimentos.

 

Pp. Anelise Delpino-RMEC7187/90

Psicopedagoga Clínica e Institucional

Terapeuta Familiar Sistêmica

Especialista em Terapia Cognitivo Comportamental da Infância e Adolescência